Blog

Empreendimento imobiliário ocupará área de 840 hectares em Maricá, no Rio de Janeiro

g449112

As obras de um grande empreendimento imobiliário aguardam a licença ambiental do estado para serem iniciadas. A Fazenda São Bento da Lagoa será localizada na Área de Proteção Ambiental (APA) de Maricá, a 47 km do Centro do Rio de Janeiro, e deverá ocupar um espaço que equivale a duas vezes a extensão do bairro de Copacabana, cerca de 840 hectares. O compromisso do IDB Brasil – Iniciativas e Desenvolvimento Imobiliário, empresa controlada e administrada pelo grupo espanhol Cetya, é manter 81% da cobertura verde do terreno intocados.Motilium

O projeto prevê a construção de um grande campo de golfe, centro hípico, quatro hotéis, dois shoppings, dois clubes, equipamentos urbanos (área destinada para escola, creche, hospital, clínicas, templos religiosos e áreas esportivas), prédios de quatro andares e casas residenciais, com investimentos da ordem de R$ 3 bilhões. Apenas 17% da área total serão destinados a intervenções urbanas e 6,4% do total terão efetivamente edifícios. Orientados por uma vertente ecológica, o grupo responsável pelo que se espera ser um complexo turístico em Maricá, também prevê a adoção de tecnologias de reutilização da água, mais a instalação de duas estações de tratamento de esgoto. O horizonte projetado para ocupação plena do empreendimento é de 11 anos.

Ambientalistas e a comunidade pesqueira de Maricá, se unem, através de organizações como o Movimento Pró-Restinga, contra a previsão de uma urbanização intensa da região. Os grupos se mostram apreensivos com os impactos sobre a biodiversidade e a comunidade e acreditam que as obras afetarão as áreas de brejo e prejudicarão o ecossistema da Lagoa de Maricá. O empreendimento está sob análise do Instituto Estadual do Ambiente (Inea). Já o grupo IDB Brasil entrou com um pedido de certificação de Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), na qual o proprietário garante a preservação perpétua da vegetação local em troca de isenções como Imposto de Propriedade Rural e até IPTU. Se for aceita pelo Inea, a RPPN da restinga de Maricá será a segunda maior das cerca de 70 que o Estado do Rio já possui.

// Veja mais em:  http://piniweb.pini.com.br/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *